quinta-feira, 10 de maio de 2018

Como funciona a aposentaria para dona de casa?

Donas de casa são funcionárias do lar. Dedicam-se tempo integral a cuidar da residência e dos filhos. Por muitos anos essa atividade lhe tirava o direito de uma aposentadoria. Hoje não mais. Existe aposentadoria para dona de casa e é bem simples de conseguir. Saiba como a seguir. 


Dona de casa pode se aposentar!

Pode parecer estranho para algumas pessoas mas a afirmativa é verdadeira há alguns anos. As donas de casa, mulheres dedicadas exclusivamente ao lar poderão receber um salário mínimo 2019 em sua aposentadoria se cumprirem as regras. 

A iniciativa já em vigor parte do princípio que a aposentadoria é gerida pelo Instituto Nacional de Seguridade  Social (INSS) para quem realizou alguma contribuição. Se a dona de casa realizar a sua contribuição ela poderá então ter o direito ao benefício. 

Muitas mães de família dedicar uma boa parte da vida adulta para a criação dos filhos e administração do lar. Não possuem suporte para deixar seus filhos enquanto estão dedicadas a uma vaga de emprego. Também ajudam os seus companheiros com a administração do lar e criação da prole, uma função desgastante que merece amparo financeiro. Então se  houver uma contribuição então ela pode sim ter direito a uma aposentadoria. 

Como uma dona de casa pode se aposentar

O INSS trabalha com sistema colaborativo, uma co participação de fundo. Todos que colaborarem com sua contribuição mensal por um período mínimo de dois anos podem requerer a aposentadoria. No caso da dona de casa se ela pode requisitar o seus ganhos mensais de acordo com o novo valor do salário mínimo se seguir as regras básicas.

A aposentadoria de uma dona de casa é por idade. Aos 60 anos ela já começa a receber suas parcelas para saque em uma agência da Caixa Econômica Federal ou em uma lotérica. O saque é realizado por meio de senha em um cartão cidadão simples.

Um dos pré requisitos é ter contribuído pagando 5% de um salário mínimo mensalmente para o INSS. Neste caso a dona de casa se aposenta com um salário mínimo mensal até o fim de sua vida. Contudo, todos os anos deve se apresentar em uma sede do INSS para realizar a "prova de vida" ou o pagamento estará suspenso.

Para requisitar é preciso procurar uma agência do INSS para cadastramento e realizar a sua contribuição de forma avulsa. Deve pagar todos os meses sem perder as datas sua contribuição e assim manterá seus direitos de aposentar-se por idade.

Demais direitos trabalhistas de uma dona de casa

Somando dois anos de contribuição a dona de casa começa a ter outros direitos trabalhistas. Um deles é ao auxílio doença. Após perícia médica poderá receber parcelas equivalentes a um salário mínimo já que estará impossibilitado de dedicar-se aos afazeres domésticos. 

Com sua contribuição ao INSS também terá direito a uma licença maternidade remunerada de até seis meses. Como não é um trabalho formal não há seguro desemprego porque não há a perda de vínculo empregatício e nem tão pouco a um resgate do FGTS. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário